Newsletter

Cadastre-se para receber dicas de Marketing Digital

Como Vender Pela Internet: 3 Dicas Para Seu Negócio Ter Sucesso


Como vender pela internet

Essa é uma excelente oportunidade de conseguir uma renda extra ou até mesmo criar seu negócio do zero

Você sabe como vender pela internet? Mais do que nunca, o momento é muito propício para começar a investir em um negócio online. Seja para complementar a renda, ou para pensar em um negócio próprio, as vendas online vieram para ficar.

Desde o surgimento da internet, o comportamento do consumidor tem mudado rapidamente e, devido todas as mudanças que a pandemia gerou em todo mundo, estar online se tornou praticamente uma necessidade para muitas empresas.

E para quem acha que vender online é apenas para médias e grandes empresas, se engana. Hoje, existe uma infinidade de opções que podem ajudar, e muito, pequenos empresários e autônomos, que foram imensamente prejudicados devido às medidas de lockdown. Contudo, se você precisa complementar a renda ou até mesmo começar um negócio do zero, você precisa entender pelo menos o básico para começar um negócio online.

Mas, não se engane. Não é porque o negócio é digital que é simples ou fácil de gerenciar, muito pelo contrário. Estar exposto online amplifica muito sua visibilidade e será necessário lidar tanto com elogios quanto com reclamações. E pode ter certeza que, avaliações ruins repercutem bem mais que as positivas.

Então, para te ajudar a entrar nesse universo digital com o pé direito, separamos algumas dicas essenciais para que você possa iniciar um negócio online ou até mesmo migrar seu negócio off-line para poder vender pela internet.

Vamos começar pelas vantagens de ter um negócio online.

Quais são as Vantagens de Vender Pela Internet?

Pra começar, a possibilidade de poder trabalhar de qualquer lugar, já é uma grande vantagem. Outro ponto é poder investir em locais mais baratos (ou até mesmo trabalhar de casa), ao invés de investir em endereços comerciais mais “badalados”, visando ficar estrategicamente melhor posicionado. Esses dois pontos impactam diretamente na redução de custos de qualquer negócio.

Outra grande vantagem de investir em um negócio online, sem sombra de dúvidas, é o alcance que a internet permite. Através da internet, é possível ultrapassar os limites físicos, e vender, inclusive, para outros países, se for aplicável ao seu negócio. Dessa forma, ter um endereço físico não faz diferença na produtividade do negócio.

Agora, possuir endereços eletrônicos faz toda a diferença. É preciso estar presente na maior quantidade de canais onde seu público-alvo se encontra. Ou seja, sites, redes sociais, marketplaces, aplicativos, etc. Quanto mais canais, maior a possibilidade de o seu cliente encontrar seu negócio e se relacionar com a sua marca. Mas é claro que é necessário conhecer sua persona para saber quais canais ela mais utiliza, pois, de nada adianta estar em diversos canais onde o seu público NÃO está.

A maior parte dos canais digitais podem ser utilizados de forma gratuita, como é o caso das redes sociais Facebook, Instagram, WhatsApp, LinkedIn, etc. Já ter um site profissional ou uma loja virtual, implica em um pouco mais de investimento, pois é preciso adquirir um domínio e uma hospedagem, além de uma plataforma confiável.

Portanto, dependendo da maturidade do seu negócio digital, é possível iniciar o seu negócio online com custo ZERO. E essa é, definitivamente, a maior vantagem de vender pela internet. Para começar, basta criar uma conta no Facebook, ou Instagram, se seu público for mais jovem, mas com o Facebook já é possível colocar as informações básicas sobre o seu negócio.

Então, pra resumir as vantagens de vender pela internet são:

  • Trabalhar de qualquer lugar
  • Redução de custos
  • Maior alcance
  • Múltiplos canais
  • Custo inicial ZERO (no formato mais básico)

Kit Social Media: Tudo o que você precisa para planejar as Redes Sociais da sua empresa!

O tenha acesso ao Kit completo para você planejar e organizar as Redes Sociais do seu negócio: Templates de Cronograma para Redes Sociais, Conteúdo para Redes Sociais, Tamanhos para Redes Sociais, Feed para Instagram, Capinhas para Stories.

Kit Social Media

Mas o Que Vender na Internet?

Agora que você se convenceu que vender pela internet é sim uma ótima oportunidade, vem a dúvida: Mas afinal, o que é possível vender online? Acredite se quiser, mas é possível vender de TUDO online. De produtos físicos à serviços, é possível divulgar e negociar tudo pela internet. Claro que algumas plataformas possuem algumas restrições a respeito da divulgação de determinados produtos ou serviços, mas, ainda assim, é possível encontrar alternativas.

Claro que a primeira coisa que as pessoas pensam em vender pela internet são produtos, e aqui partimos para uma infinidade de opções. Algumas das categorias mais populares são roupas, calçados, informática e livros, e comida. Este último, inclusive, ganhou bastante destaque no último ano, devido à pandemia.

Mas os serviços também ganharam muito destaque online. Sem poder sair de casa, muitas pessoas buscaram formas alternativas de se exercitar, aprender e até mesmo cuidar da saúde. Com isso, profissionais que antes atendiam apenas presencialmente tiveram que se reinventar e oferecer seus serviços online. Esses profissionais passaram a dar aulas online, consultorias e até atendimentos na área da saúde, como é o caso de psicólogos, nutricionistas e telemedicina, por exemplo.

Portanto, saiba que é possível vender de tudo pela internet. Entretanto, é necessário escolher boas ferramentas, para que você possa oferecer um serviço ou produto de qualidade e mais importante ainda, é que você saiba divulgar muito bem seu negócio. Caso contrário, não importa o quão bom seja aquilo que você tem a oferecer se ninguém tiver conhecimento.

Como Vender na Internet Sem Ter uma Loja Virtual?

Pode parecer impossível, mas é sim viável vender pela internet sem ter um site ou loja virtual. É claro que todo o processo fica mais manual e sujeito a falhas sem uma plataforma específica. Mas deixar de usufruir de todas as vantagens que a internet oferece apenas por não ter um investimento inicial, não faz sentido.

Mas então, como posso vender online sem ter uma loja virtual? Hoje, existe uma infinidade de formas de usar a internet para vender, sem necessariamente precisar ter um site. Separei algumas dicas das formas mais utilizadas e que geram bons resultados, quando utilizadas de forma correta.

1. Redes Sociais

Não é preciso nem dizer o quanto as redes sociais se tornaram importantes para as vendas. Apesar de não ser o motivo pelo qual as redes sociais foram criadas, logo os usuários perceberam esse potencial das ferramentas.

Essa é, sem dúvida, a primeira estratégia que qualquer pessoa ou empresa deve utilizar para começar seu negócio online. Ter uma conta nas redes sociais facilita muito a divulgação do seu produto ou serviço.

Invista algum tempo para detalhar todas as informações de contato, explique sobre o que se trata e como utilizar seu produto ou serviço, faça postagens atrativas e educativas e sempre responda comentários e dúvidas.

Sobre qual a melhor rede social para o seu negócio, como falei anteriormente, quanto mais redes você puder estar presente, melhor. Contudo, de nada adianta estar em várias plataformas e não conseguir gerenciar as redes de forma correta. Manter uma frequência de postagens é fundamental para manter a visibilidade do seu negócio, sem precisar investir em anúncios pagos.

Outro ponto interessante é saber em qual seu público-alvo mais utiliza. Hoje, existem diversas pesquisas que detalham o perfil e o comportamento dos usuários de cada rede social. Mas, para dar uma forcinha, vamos colocar um breve resumo de cada uma das redes sociais mais utilizadas hoje em dia.

Facebook

É a maior rede social do planeta, contando com mais de 2,7 bilhões de usuários ativos, sendo 130 milhões só no Brasil. Começou sendo muito popular entre jovens, contudo, nos dias de hoje é mais comum ver nossos pais, tios e tias muito ativos nesta rede.

É muito simples criar uma conta e fazer os posts, é possível postar textos, imagens, vídeos, gifs, fazer enquetes e várias outras opções. É a rede social mais indicada para começar a divulgar seu negócio online, pois é a rede social onde a maior parte dos brasileiros possuem uma conta.

A plataforma conta ainda com o Facebook Messenger, que é integrado ao Facebook e permite que os usuários abram um chat e conversem entre si. E uma funcionalidade ainda pouco explorada são os Bots, mensagens automáticas que podem ser implementadas facilitando o atendimento dos clientes.

No Facebook existe ainda uma área específica para para incentivar a compra e venda de produtos, que é o Facebook MarketPlace. Essa área facilita muito a compra e vendas de produtos entres os usuários da rede.

Instagram

Essa rede social foi adquirida pelo Facebook em 2012, que viu na plataforma um excelente potencial. O Instagram começou com o objetivo de compartilhar fotos, mas evoluiu bastante desde então e hoje já é possível postar vídeos de até 60 segundos, fazer Lives, Stories, IGTV e o Reels, o formato mais recente.

É a rede social favorita dos mais jovens (entre 16 a 23 anos) e tem um apelo muito forte para imagens, portanto, se você tem um produto que rende boas fotos, aposte nessa rede social. Inclusive, a plataforma liberou o Instagram Shopping, recurso que permite criar uma vitrine virtual e vender para os seguidores. Vale a pena investir nessa plataforma se você possui produtos para oferecer.

WhatsApp

É a segunda rede social mais utilizada no Brasil. Estima-se que aproximadamente 120 milhões de brasileiros utilizem o aplicativo diariamente. Muitas empresas têm utilizado essa ferramenta para vender justamente pela sua facilidade de comunicação.

É possível enviar imagens, vídeos, áudios e links pela plataforma. Isso agiliza muito o processo de comunicação entre comprador e vendedor. Ela pode ser inclusive muito útil para a venda de serviços, visto que é um excelente canal de comunicação para tirar dúvidas e otimizar a negociação.

YouTube

O YouTube é a maior rede social de vídeos atualmente, contando com mais de 2 bilhões de usuários ativos e mais de 1 bilhão de horas de vídeos visualizados diariamente, e não para de crescer.

O formato de vídeo tem ganhado cada vez mais destaque em todas as redes sociais, mas é no YouTube que ela possui o maior alcance. Mas, apesar de ser extremamente atrativo, é a rede que pode oferecer um pouco mais de dificuldade para ser utilizada, visto que produzir vídeos com o mínimo de qualidade e atratividade não é lá um trabalho muito simples.

Mas, se você tiver interesse em aprender, pode ter certeza que trará muitos resultados para o seu negócio e o melhor de tudo, você ainda poderá ser pago se permitir anúncios nos seus vídeos. Então aqui temos duas oportunidades de gerar negócios: vendendo seu produto ou serviço e sendo remunerado por permitir o anúncio nos seus vídeos.

Twitter

Essa rede teve seu auge em meados de 2009, depois disso teve uma queda nos acessos. Contudo, nem todo mundo desistiu da plataforma. Hoje ela é utilizada principalmente para pessoas que têm interesse em conseguir informações mais rápidas, o que a tornou muito relevante jornalísticamente.

Atualmente, o Twitter conta com aproximadamente 16 milhões de usuários ativos no Brasil, os quais tomaram gosto por conversas acaloradas, regadas a muitas discussões. Mas, se você souber aproveitar a mídia, ela poderá ser muito útil para os negócios, pois assim como as outras redes, permite postagens com imagens, vídeos e gifs.

LinkedIn

Aqui temos uma excelente oportunidade para a divulgação de serviços. O LinkedIn é a maior rede social profissional do mundo. Atualmente, no Brasil ela conta com mais de 46 milhões de usuários ativos, sendo a 6ª mais utilizada no país.

Aqui o foco são os contatos profissionais, visto que muitos empresários, diretores e gerentes de empresas utilizam a rede social para se relacionarem, trocando experiências e informações de mercado.

Outra função muito interessante da plataforma é que muitas empresas utilizam o LinkedIn para buscar talentos, e, devido a pandemia, muitos profissionais que perderam seus empregos entraram na rede em busca de novas oportunidades.

TikTok

É a nova queridinha dos jovens, muito utilizada por celebridades, humoristas e influencers. Apesar do seu boom e atingir a marca de 7 milhões de usuários brasileiros, o TikTok ainda está longe de ser a rede social mais utilizada no país.

A rede vem batendo recordes de downloads e sem dúvida é um fenômeno, por esse motivo, muitas empresas vêm buscando alternativas de poder utilizar a ferramenta de forma mais comercial.

Por ser uma plataforma nova e com funcionalidades muito dinâmicas, pode ser uma oportunidade para profissionais autônomos divulgarem seus serviços de forma criativa, levando em conta, obviamente, seu público-alvo majoritariamente jovem (de 16 a 24 anos).

Pinterest

Essa é uma rede social utilizada principalmente como “mural de inspirações”. É utilizada principalmente para postagem de fotos, mas também permite a inclusão de vídeos. Aqui é possível criar álbuns com referências e ideias, sendo as mais populares: moda, gastronomia, arquitetura, casamento, decoração, viagens, DIY (faça você mesmo) e design.

A rede cresceu muito no Brasil, atingindo a impressionante marca de 38 milhões de usuários e conta com grande adesão principalmente do público feminino. Portanto, é uma excelente opção para divulgar produtos como roupas, artesanato e comida, que possuem alta aceitação na rede.

2. Outras Plataformas para Utilizar

Existem outras plataformas que permitem que você divulgue seu negócio a um custo ZERO.

Se você possui um local físico que precisa divulgar, por exemplo, uma sapataria, confeitaria, se é costureira ou até mesmo vende marmitas, você PRECISA investir seu tempo na otimização do Google Meu Negócio.

Essa ferramenta gratuita do Google, permite que você cadastre seu endereço e demais informações do seu negócio para que as pessoas próximas possam encontrá-lo com mais facilidade. Hoje, muitas pessoas pesquisam no Google serviços que sejam próximos de onde vivem, e se você tiver cadastrado corretamente no Google Meu Negócio terá muito mais chances de alcançar esse público.

Agora, você vende algum tipo de produto, como artesanato, roupas, acessórios para pets, etc., você pode utilizar plataformas como a Elo7 ou o Enjoei, que possibilitam a venda efetiva desses produtos. Você não precisa pagar nada para utilizar as ferramentas, paga apenas uma porcentagem por cada venda que realizar através da plataforma.

E é claro que se você trabalha com comida (pizza, marmitas, doces, salgados e tudo mais nesse mundo maravilhoso da culinária) ou se tem uma pequena mercearia, você precisa utilizar plataformas de delivery, como é o caso do iFood, Rappi e Uber Eats. Com elas você atinge um público muito mais amplo e não precisa se preocupar com a entrega, pois a própria ferramenta recruta pessoas interessadas nesse tipo de serviço.

3. Como Receber os Pagamentos Pelas Vendas Online?

Esse é o próximo passo para se levar em consideração quando você deseja vender pela internet. Pois, se afinal, você está vendendo online, como é que você irá receber pelos serviços ou produtos?

Felizmente, hoje temos uma infinidade de opções de pagamentos que facilitam o comércio online. É claro que, se você optar por plataformas onde vender seu produto, você pode pular essa etapa, mas você optou por vender pelas redes sociais, você vai precisar receber os pagamentos de alguma forma.

Pix

Hoje, a forma mais simples de receber pelos seus produtos ou serviços vendidos online é pelo Pix. Esse novo modelo de pagamento foi criado pelo Banco Central e veio para revolucionar o universo das transferências online. O Pix é gratuito para pessoa física e possui custos bem baixos para os demais casos, e não possui limite máximo de valores.

Para utilizar o Pix, basta ter uma conta em qualquer banco de sua preferência e cadastrar uma chave, que pode ser um e-mail, telefone ou CPF, que será associado a essa conta para possibilitar as transferências. Uma vez que você tenha cadastrado essa chave, basta informá-la na hora do pagamento e se a pessoa também utilizar o Pix, poderá fazer a transferência na hora sem nenhum problema.

Nubank

Já pensou em utilizar boleto para receber pagamentos? Pois saiba que isso é possível através do Nubank. Se você ainda não conhece essa conta digital, aconselho fortemente pesquisar a respeito.

Além de oferecer cartão de crédito sem anuidade, o Nubank possibilita receber pagamentos através de boleto bancário. É claro que essa opção possui limites de transação, mas certamente pode ser aliada a outras formas de pagamento, como o Pix, e aumentar assim as possibilidades de recebimento da sua empresa.

Se você está começando um negócio, pode abrir uma conta PF (pessoa física) rapidinho e sem burocracia. Mas, se o negócio crescer, você também poderá solicitar uma conta PJ (pessoa jurídica), que é um pouco mais burocrática para abrir, mas certamente contará com mais benefícios.

PagSeguro

Agora, se você possui um serviço ou produto que possui um ticket médio mais alto, talvez você precise de algum método de pagamento que permita o parcelamento. Neste caso, o recomendado é ter uma conta em plataformas que permitam esse tipo de transação, como é o caso do PagSeguro.

Com o PagSeguro você pode oferecer opção de parcelamento via cartão de crédito e inclusive opções de boleto. Você pode até mesmo gerar links de pagamento e enviar por e-mail ou WhatsApp. Claro que a plataforma irá cobrar algumas taxas para cada transação, mas se você se organizar e souber precificar certinho seu serviço ou produto, certamente não ficará no prejuízo.

Colocando a Mão na Massa

Agora que você já conhece as vantagens de vender pela internet, o que você pode vender online, como começar a divulgar seu negócio com custo zero e como receber o pagamento pelos seus produtos ou serviços, é hora de você tirar sua ideia do papel.

Comece aos poucos para não se atrapalhar. Entenda os custos do seu negócio, sua capacidade de atendimento, qual é o seu público-alvo e em quais redes sociais você deve focar seus esforços. Inicie seu projeto com métodos de pagamentos mais simples e aos poucos, de acordo com a demanda, aumente as opções para atender diferentes necessidades.

Se você conseguir tirar o maior proveito de cada uma das ferramentas apresentadas acima, certamente você terá muito sucesso no seu negócio online. E não se engane, todo negócio, independentemente de ser online ou não, precisa de muito tempo de dedicação. Não é porque é online que você irá trabalhar menos, muito pelo contrário, isso exigirá ainda mais atenção, devido ao alcance que a internet proporciona.

Planeje-se, execute e faça testes. Não é fácil começar um negócio online, ainda mais com tanta gente aderindo a esse formato de negócio. Mas, não deixe de começar por não ter recursos, aos poucos seu negócio irá crescer e as pessoas começarão a divulgá-lo.

Se você seguir essas dicas e se dedicar, certamente terá sucesso. Então, o próximo passo para ampliar o seu negócio será partir para estratégias mais arrojadas, como investir em um site profissional, loja virtual ou em publicidade online.

Quando esse momento chegar, a WeBrain ficará muito feliz em poder ajudar com uma estratégia enxuta, que seja compatível com o nível de maturidade digital da sua empresa. Nosso objetivo será fazer com que o seu negócio online possa ser escalável e você tenha cada vez mais retorno sobre o seu investimento online.


Você também pode gostar de ler:

Como fazer minha loja virtual vender mais

Como fazer minha loja virtual vender mais: 12 dicas de sucesso

Livros de Marketing Digital

8 Livros de Marketing Digital que você não pode deixar de ler

Inbound Marketing pode Construir Relacionamentos

7 Maneiras de Como o Inbound Marketing pode Construir Relacionamentos e Expandir seus Negócios