O que é Neurodesign e como aplicar ao seu Marketing Digital?


neurodesign

O Neurodesign é derivado do estudo da Neurociência e Psicologia. De forma geral, o Neurodesign é resultado de estudos de como nossa mente se comporta diante de certos estímulos visuais.

No Marketing, estamos sempre buscando formas de atingir os Leads (clientes em potencial) de forma mais eficaz. Isso faz com que os profissionais do Marketing precisem de atualizar constantemente, a fim de desenvolver técnicas e otimizar os processos de vendas.

Para isso, o Marketing vem expandindo sua atuação em diversas áreas. Como a criação e otimização de plataformas que facilitam os trabalhos com dados se campanhas. E também no desenvolvimento das técnicas de Inbound e Outbound Marketing.

Porém, algo que não é muito comentado é o desenvolvimento das técnicas de estímulos do usuário para atraí-lo a um produto ou serviço. Essas são técnicas voltadas para conceitos da Neurociência e Psicologia.

A técnica mais conhecida, voltada para esse campo, é o Neurodesign. Pode não ser muito conhecida no Brasil, mas com certeza você já foi pego e não sabe. Um bom exemplo é a utilização de arestas arredondadas no iPhone, que o torna um produto único e exclusivo.

Existem formas, figuras e cores que estimulam nosso cérebro a realizar ações. E tudo isso pode ser visto no Neurodesign.

Então, se você quer saber mais sobre Neurodesign e sobre como essa técnica pode melhorar o desempenho das suas campanhas de Marketing, irei falar aqui sobre esse tema.

O que é Neurodesign

Mas afinal, o que é neurodesign?

Como já mencionei, o Neurodesign é derivado do estudo da Neurociência e Psicologia. De forma geral, o Neurodesign é resultado de estudos de como nossa mente se comporta diante de certos estímulos visuais.

Visto que já é compreendido que nosso cérebro responde a esses estímulos, cientistas estão estudando formas de aplicar essas reações ao trabalho de Designers e Publicitários. A ideia favorece fortemente o mercado de vendas, ou seja, o Marketing como um todo sai ganhando com isso.

E como o Marketing sai ganhando com isso? Realmente funciona? Pense em campanhas elaboradas de forma mais assertiva. E mais que isso, de forma que faça com que nós, enquanto compradores, observemos imagens, produtos, e possamos nos sentir bem vendo aquilo. Certamente isso desperta desejo pelo produto.

É esse o objetivo do Neurodesign, fazer você querer algo só de ver. É uma questão de sentimento.

O Neurodesign veio para mudar, ou melhor, melhorar toda estratégia de Marketing que utilizamos hoje. E mesmo que ainda apareça pouco no Brasil, ainda crescerá bastante e ganhará espaço no mercado.

Exemplos:

  • Imagem à esquerda, texto à direita

A primeira coisa que você deve saber aqui é que nós notamos geralmente algo que está à esquerda de uma imagem ou objeto. E por que saber disso é relevante?

Alguns de nós trabalhamos com muitas imagens no Marketing. Logo, uma opção para chamar a atenção para um objeto específico é utilizar imagens do objeto à esquerda e o texto na direita.

Isso fará com que você tenha controle do processo de visualização do usuário, fazendo com que ele acompanhe a trajetória do conteúdo da forma que foi idealizado.

  • Efeito de fixação central

Nosso cérebro responde principalmente ao texto quando ele está centralizado em uma imagem. Olhamos primeiramente para o centro e buscamos entender o que está acontecendo.

Saber disso é importante para quando você quiser que o usuário foque em algo que você colocou na imagem. No caso, um texto.

Também é importante saber que caso você não utilize essa técnica, seu cérebro está apto a procurar sentido em um texto. Começando pela parte superior esquerda de uma imagem.

  • Mostrar o toque

Essa é uma das técnicas mais utilizadas atualmente, e isso não é por acaso. Quando você vende um produto, você quer que o usuário deseje-o. E fazer isso se torna mais simples quando se entende sobre Neurodesign.

Nosso cérebro responde com desejo quando observamos um produto sendo pego por alguém. Quando você vê o toque e sente a sensação de possessão, a tendência é que queira tê-lo em sua mão também.

Você agora deve ter lembrado de todas as campanhas de Marketing de telefone e bebida. Sempre existe alguém segurando esses produtos! Isso desperta no seu cérebro a vontade de ter o objeto em suas mãos. É nisso que você tem que pensar quando trabalha com imagens em sua campanha de Marketing.

Não se trata de apenas colocar uma imagem e fazer com que o usuário, ou Lead, a veja. É fazer ele ver e sentir desejo. Ele precisa querer ter também. Eu já falei aqui que o Neurodesign trabalha com sentimento, então apele para esse lado.

  • Design simplificado

Um dos melhores exemplos para explicar a estratégia de design simplificado é o do vizinho. Então vou mostrar pra você e rapidamente você poderá entender.

Imagine que você vê seu vizinho, na frente da casa dele, antes de você ir ao trabalho. Isso é algo rotineiro e você segue em frente. Isso não mudará o seu dia em nada.

Porém, agora imagine que você viajou para Disney e você encontra o mesmo vizinho por acaso. Isso irá trazer uma sensação de surpresa e talvez até tirar um riso tímido.

Mas, por que esse exemplo é importante?

Quando você pretende trabalhar com Marketing e cria artes para utilizar em suas campanhas, busca criar imagens mirabolantes, que sejam arrojadas e conquistem os clientes de cara.

Porém, já é comprovado que temos uma maior afinidade por imagens amigáveis. Aquelas com as quais já tivemos contato, mesmo que o ambiente seja diferente.

Então, não quer dizer que você deve deixar de inovar. Porém, é importante fazer isso sem deixar a imagem complexa. E sempre trazer traços amigáveis para os usuários, optando por elementos que façam com que ele tenha sensação de familiaridade. Ajude a trazer à tona bons sentimentos e felicidade!

Por que aplicar o Neurodesign à sua estratégia de Marketing?

Já falei bastante aqui sobre exemplos de como o Neurodesign pode ser utilizado. Então já deve ter ficado claro que esse campo de estudo pode facilmente ser aplicado à sua campanha.

No Marketing, temos toda etapa de planejamento. E uma das fases é identificar as nossas personas. E assim, criar campanhas baseadas em formas de atingi-las.

Então, agora adicione o Neurodesign nesse planejamento. Entenda como suas personas respondem aos estímulos visuais. E utilize técnicas para fazer com que os Leads sintam desejo de obter seu produto. Sintam afeição pela sua marca e se sintam bem com o que veem.

Isso fará com que suas postagens em redes sociais, imagens no seu site ou Blog deixem de ser só imagens. Faça com que sejam como braços que puxam o cliente para você.

Conclusão

Não é por que você não conhece algo que isso não irá nos te proporcionar benefícios. E esse é o caso do Neurodesign.

Essa é uma área pouco falada e explorada no Brasil, mas isso não quer dizer que você não deve usar. Estude, seja pioneiro e utilize essa técnica para alavancar seus resultados. Não perca tempo e saia na frente! Existe um mercado bastante competitivo pela frente e só os melhores sobrevivem.