Newsletter

Cadastre-se para receber dicas de Marketing Digital

Como viralizar em 6 passos: provocando o impulso de compartilhar


Para uma marca, um material viralizado é uma dádiva. Por isso, vou apresentar aqui 6 principais dicas para viralizar um conteúdo.

Todos os dias, um novo conteúdo viraliza na internet. Um conteúdo “viral” é  aquele que é compartilhado massivamente pelas redes sociais e gera muitos comentários. Para uma marca, um material viralizado é uma dádiva. Pensando no valor que um viral tem para qualquer empresa, resolvi apresentar aqui 6 principais dicas para viralizar um conteúdo. As dicas foram retiradas do livro “Contágio: por que as coisas pegam”, do estudioso de marketing Jonah Berger.

É importante lembrar que não existe fórmula secreta para viralização e que não é possível prever se as pessoas compartilharão ou não o conteúdo. Apesar disso, algumas dicas podem ajudar bastante.

No livro de Berger, o autor destaca os seguintes passos para que qualquer ideia “pegue”: moeda social, gatilhos, emoção, público, valor prático e histórias. É necessário utilizar sempre pelo menos um deles para que o conteúdo seja massivamente compartilhado.

1. Moeda Social: como viralizar pensando no que os outros vão pensar

De acordo com Berger, as pessoas compartilham aquilo que lhes trará algum tipo de prestígio social. Ou seja, elas querem compartilhar apenas o que faz com que elas pareçam mais divertidas, inteligentes, solidárias, etc.

Esse conceito de “moeda social” tem base na teoria de capital social, que fala sobre como as pessoas agem em grupos sociais. De acordo com Berger, há três formas simples de fazer com que as pessoas queiram compartilhar com conteúdo de uma marca: identificando o que é marcante sobre a sua marca; utilizando mecanismos de jogos; fazendo com que as pessoas sintam-se privilegiadas.

Para saber o que é marcante sobre a sua marca, é importante avaliar o que ela tem de diferente da concorrência. Ou seja, aquilo que a torna única e que é difícil de ser imitado.

Baixar E-book: Landing Pages na Prática

Uma das formas de facilitar a conversão é através das Landing Pages. Confira cases de sucesso!

Ebook: Landing pages na prática

2. Gatilhos: utilize estímulos do contexto do consumidor

Para que um conteúdo “pegue” ele deve estar associado a um determinado contexto ou situação do consumidor que possam ter relação com a sua marca.

Exemplos de gatilhos interessantes são datas comemorativas, locais de uso, sentimentos específicos, palavras, etc.

3. Emoção: mexa com os sentimentos da audiência

As pessoas gostam de compartilhar aquilo que mexe com elas emocionalmente. De acordo com Berger, são os conteúdos que geram alegria, inspiração e raiva os mais compartilhados. Em contrapartida, aqueles que geram tristeza são menos propensos a serem compartilhados, perdendo apenas para os conteúdos que não geram emoção alguma.

Assim, para criar um conteúdo que seja compartilhável é necessário pensar no que as pessoas vão sentir ao consumi-lo.

A campanha Retratos da Real Beleza, da Dove, foi um exemplo de conteúdo que mexeu com a emoção das pessoas. Ela consistia em um vídeo colocado no Youtube em que algumas mulheres se sentavam e descreviam sua própria aparência. Enquanto isso, sem vê-las, um desenhista fazia o retrato delas segundo sua auto descrição. Em seguida, pessoas desconhecidas observavam elas e em seguida as descreviam para o mesmo desenhista. Ainda sem ver as mulheres, ele as desenhava de acordo com os relatos dos desconhecidos.

Retratos da Real Beleza - Como viralizar em 6 passos
Cena da campanha Retratos da Real Beleza da marca Dove

Ao final, se observou no vídeo que os retratos segundo a descrição dos desconhecidos eram muito mais bonitos. A mensagem do vídeo era sobre auto estima, dizendo às mulheres que devem valorizar a sua “real beleza”.

O vídeo repercutiu muito nas redes sociais. A marca estima que cerca de 50 milhões de pessoas já o assistiram. Isso porque a Dove criou um conteúdo que falava diretamente com o público, emocionando-o com uma mensagem de valor.

4. Público: provoque a imitação

Pessoas imitam pessoas. Por isso, para que qualquer conteúdo “pegue”, é necessário que ele seja visto sendo consumido ou compartilhado por outras pessoas.

Se o seu conteúdo já estiver nas redes sociais, as pessoas podem ver seus amigos comentando sobre ele. Por isso, colocá-lo nas redes sociais é um dos principais passos para que seu público “imite” quem já o consumiu antes.

5. Valor Prático: seja útil ao leitor

O valor prático é o quanto o conteúdo ajuda o leitor. Assim, um conteúdo que realmente agregue algo de novo e útil é mais compartilhável que qualquer outro.

No Inbound Marketing, essa dica é uma das dicas mais utilizadas. Isso porque ele se trata  exatamente da entrega de valor prático ao consumidor. Com um post de blog, por exemplo, é possível instruir o leitor sobre um assunto. Caso ele realmente ache que o assunto o ajudou, as chances de compartilhá-lo são muito altas.

6. Histórias: conte um fato interessante

Você deve contar uma boa história relacionada ao seu produto ou serviço para viralizar seu conteúdo. A marca Blendtec realizou uma ação interessante nesse sentido. Tratava-se de uma série de vídeos em que os liquidificadores da marca batiam diferentes produtos, como celulares, fitas cassete e até mesmo uma arma de air soft. Assim, a Blendtec contou uma história nova que as pessoas tinham vontade de compartilhar. Ao mesmo tempo, a marca conseguiu gerar repercussão e ainda mostrou a qualidade de seus produtos.

Cena da série "Will it Blend?" da marca Blendtec
Cena da série “Will it Blend?” da marca Blendtec

O que levar em conta ao tentar viralizar

Você já conheceu as possíveis formas de tentar viralizar um conteúdo. Agora, é hora de escolher uma delas para que seu conteúdo tenha mais chances de viralizar.

Ressaltamos que para isso, é importante que você conheça o seu público e as suas personas. Ou seja, que você saiba detalhadamente para quem você está vendendo seu produto ou serviço.

Além disso, você deve ter um planejamento do seu conteúdo. Isso implica, necessariamente, estar sempre testando as diferentes dicas de Berger. Um conteúdo viralizado é uma raridade, mas com muito planejamento e entendimento das suas personas é possível chegar lá.

E aí, gostou? Então que tal compartilhar esse post com seus amigos?

Aproveite também para assinar nossa newsletter e conferir outros conteúdos como esse! 😉

 

 


Você também pode gostar de ler:

Estratégias de Inbound Marketing WeBrain

3 estratégias de Inbound Marketing que ajudam a aumentar as vendas

Cupons e descontos no marketing sazonal

Marketing sazonal no ambiente digital: como aproveitar cada período do ano

Whatsapp

5 razões para começar a usar o Whatsapp para empresas hoje!