Como fazer minha loja virtual vender mais: 12 dicas de sucesso


Como fazer minha loja virtual vender mais

Os fatores que influenciam nas vendas em uma loja virtual são muitos, e muitas vezes são desconhecidos por seus donos.

Com atenção e dedicação a certos detalhes, porém, é possível vender muito mais. Uma loja virtual tem vários dos elementos de uma loja física: clientes, fornecedores, produtos, preços e até mesmo uma localização (embora virtual). No entanto, por estar em um site da internet, um comércio eletrônico traz outras implicações que influenciam nas vendas, e que muitas vezes são desconhecidas pelos seus donos. Nesse artigo, você irá conferir algumas das respostas à pergunta “Como fazer minha loja virtual vender mais?”

Possíveis respostas à pergunta “Como fazer minha loja virtual vender mais?”

Se você já tem uma loja virtual, já sabe que mantê-la requer atenção e dedicação. Seguindo algumas dicas, porém, é possível facilitar esse processo e vender muito mais. Encontrar meios de divulgar, realizar promoções e ofertas, manter uma boa reputação e imagem e fazer relacionamento com os clientes são algumas das principais. Você verá agora como fazer isso na prática em seu e-commerce.

  1. Pop-ups de entrada

    Uma ótima dica para vender mais na sua loja virtual é utilizar os pop-ups de entrada. Eles consistem em pequenas janelas que aparecem na tela do seu site trazendo alguma mensagem, enquanto o usuário navega nele.

    Você pode utilizar essa estratégia oferecendo um desconto especial ou um frete grátis para a primeira compra no site, por exemplo. Dessa forma, o usuário se sente mais incentivado a realizar a compra.

    Além disso, também recomendamos os pop-ups que sugerem o cadastro na newsletter. Eles são úteis para que você tenha o contato de quem se interessa pelas suas novidades.

  2. Email marketing

    Tendo a base de contatos dos cadastrados em sua newsletter, você pode fazer uso dela para enviar email marketing anunciando promoções e ofertas. Indicamos que você faça isso pelo menos uma vez por semana. A regularidade faz com que o usuário se acostume e se prepare inconscientemente para receber os emails.

  3. Recuperação de carrinho

    Algumas ferramentas realizam o que é chamado de “recuperação de carrinho.” Essa estratégia consiste em enviar emails para convencer os usuários que deixaram algo no carrinho a finalizar uma compra. Para isso, o que se faz geralmente é oferecer benefícios especiais para aquela compra, como frete grátis ou alguma porcentagem de desconto. Com uma vantagem especial, as chances de conquistar um cliente que já estava de certa forma “perdido” são altas.

    Para essa estratégia, é possível utilizar algumas plataformas específicas para isso como o Enviou e o Cartstack. Além disso, algumas plataformas de email marketing como o Mailchimp também oferecem essa funcionalidade.

  4. Promoções relâmpago

    Todo mundo ama uma boa promoção. Aproveite para realizar promoções relâmpago (ou seja, de curta duração), oferecendo, por exemplo, frete grátis o dia todo. Outra boa opção é oferecer uma porcentagem de desconto em todo o site ou em uma determinada categoria ou produto durante o dia. Essa estratégia é interessante porque dá ao usuário um senso de urgência.

    Você pode aproveitar para divulgar essas promoções por email marketing ou em suas redes sociais (nesse caso, de preferência em posts patrocinados) para alcançar o maior número de pessoas o possível.

  5. Cupons de desconto

    Outra boa dica é oferecer cupons de desconto para aqueles que já são seus clientes ou já visitaram seu site anteriormente. Com eles, os usuários digitam um código determinado por você em um campo do site feito para isso e recebem um desconto em uma compra.

    É interessante divulgar esses cupons em suas redes sociais e também por email marketing.

  6. Parceria com influenciadores

    Que tal divulgar sua loja virtual por meio de pessoas que têm influência sobre o seu público alvo? Os influenciadores podem divulgar seus produtos em suas redes sociais, demonstrando o uso real deles. Essa estratégia traz maior credibilidade e conhecimento da sua marca ao público, o que deve influenciar no aumento do tráfego do seu site (que deve gerar mais vendas num futuro próximo).

    Além disso, eles podem também oferecer cupons específicos, aumentando as chances de vender para pessoas que ainda não conheciam sua marca.

  7. Marketplaces

    Os marketplaces ganharam o Brasil e o mundo nesta década. Como uma espécie de shopping center virtual, neles os vendedores colocam suas próprias pequenas lojas dentro de uma loja maior.

    Alguns dos mais conhecidos no Brasil são o Mercado Livre, o OLX, o B2W Marketplace, a Amazon, o  Walmart Marketplace e as Lojas Americanas. Para vendas, eles são muito interessantes, pois o alcance desses sites costuma ser extremamente alto.

  8. Mídia Paga

    Para que sua loja virtual tenha visibilidade, é essencial investir em mídia paga.

    Aproveite para usar o Google Ads, a plataforma de anúncios do Google. Lá você pode fazer uso de recursos como o Google Shopping, que exibe fotos dos seus produtos com os preços nas páginas de resultados de buscas do Google.

    Além disso, há ainda a opção de anunciar em redes sociais como o Facebook, o Instagram e o Twitter.

    Com boas estratégias, é possível alcançar ótimos resultados de vendas com a mídia paga.

  9. Certificado de segurança (SSL)

    O certificado digital de segurança conhecido como ”SSL” é um protocolo criado pela Netscape para garantir o sigilo dos seus dados e autenticar a identidade do servidor. Além de proporcionar mais confiabilidade ao seu site, esse certificado é valorizado por sites de busca (Google, Bing, etc) e por plataformas de anúncios (como o Google Ads).

  10. SEO

    SEO é a metodologia para otimizar sites da internet nas páginas de resultados de sites de busca.

    Uma dica prática de estratégia de SEO para o comércio eletrônico é ter um blog com dicas relacionadas ao seu segmento. Assim, os usuários podem encontrar seu site ao buscar por essas dicas na internet.

    Além disso, é importante ainda investir em boas descrições dos produtos, baseando-se em palavras chave buscadas pelo seu público.

    Para descobrir quais palavras chave  (sejam elas em forma de dúvidas sobre um assunto ou produtos específicos) são essas, você pode utilizar ferramentas como o SEMRush e o Google Search Console.

    Aos poucos, com uma estratégia de SEO sendo avaliada e reavaliada constantemente, seu site deve ir ganhando relevância perante sites como o Google e o Bing. Por esta razão, o SEO é uma das formas mais recomendadas de aumentar as vendas do seu site, embora ele não traga resultados rápidos. No entanto, ao passo que seu site conquistar as melhores posições nas páginas de resultados, sua visibilidade deve exercer grande influência sobre o seu faturamento, devido ao aumento de tráfego em seu site.

  11. Investir em boas imagens

    Para atrair tráfego para o seu site é essencial que você invista em boas imagens.

    É importante que seus produtos estejam nítidos, mostrando seus detalhes mais importantes. Demonstrar o uso dos produtos também é interessante. No caso de lojas de roupas, por exemplo, é bacana utilizar modelos vestindo as peças. Além disso, é importante cuidar do tamanho e resolução das suas imagens.

    Ademais, você deve se atentar não apenas para as imagens dos produtos, mas para a identidade visual do seu site como um todo. Assim, é importante que as imagens de todo o seu site estejam bem alinhadas com a identidade da sua marca, e que sejam atraentes para os usuários ao mesmo tempo.

  12. Site responsivo

    De acordo com dados da pesquisa The Global Mobile Report, realizada pela comScore em 2017, o mobile (dispositivo móvel) já representa 73% do tempo que o brasileiro passa online.

    Assim, a responsividade de um site é elemento indispensável atualmente. Um site responsivo é aquele que se adapta ao tamanho das telas em que é exibido (seja ela desktop ou mobile). Para isso, é importante ter um layout específico para o mobile e outro para o desktop, para uma melhor visualização do usuário.

    Dessa forma, o usuário tem uma navegação descomplicada e agradável, e isso por consequência deve ter grande impacto sobre sua decisão de compra.

E aí, gostou? Então assine já nossa newsletter e confira mais conteúdos como esse!