Newsletter

Cadastre-se para receber dicas de Marketing Digital

4 erros que as pessoas cometem ao desenvolver e configurar um site


Erros que as pessoas cometem ao desenvolver e configurar um site

Se você está começando a presença digital da sua empresa, atenção: Construir um site não significa que as pessoas chegarão até ele.

Independente do segmento do seu negócio, se você comercializa um produto, presta algum serviço ou decidiu ter um e-commerce, seu site, além de ser a vitrine da sua marca, deve ser uma plataforma para seu negócio.

Dessa forma, todas as ações e esforços de marketing devem levar os usuários para seu site. E por isso, é de suma importância que ele seja desenvolvido e configurado corretamente.

Criar um projeto para a presença online de sua marca muitas vezes parece uma tarefa impossível e até tediosa. Então, porque não buscar o mínimo de ajuda para começar esse desafio. Se você evitar os 4 erros que vamos elencar a seguir, pode ter certeza que as chances de seu site ser funcional e gerar negócios online aumentam consideravelmente.

1. Planejamento do negócio e estratégia de marketing

Diferente do que parece em seus sonhos, construir um site não significa que as pessoas chegarão até ele. Infelizmente, esse é um equivoco comum na maioria das experiências de quem desenvolve e configura um site sem um projeto bem planejado.

As pessoas acreditam que basta comprar um domínio, criar uma página e verão o trafego da internet chegar instantaneamente ao site. E isso pode ser frustrante para quem cria um site confiando que ele trará resultados financeiros.

Portanto, antes de investir seu orçamento e grande parte de seu tempo em um site, desça um degrau e construa um plano de negócio e uma estratégia de marketing para o projeto. Lembre-se, planejamento é tudo!

Quando falamos em plano de negócio, não estamos falando em elaborar um documento como se fosse ir ao banco solicitar um empréstimo ou mesmo buscar investidores para seu projeto. Busque apenas responder as seguintes perguntas:

  • Qual produto ou serviço você pretende vender?
  • Qual nicho de mercado e público-alvo você deseja atingir?
  • Que solução você trás para essas pessoas?
  • Quem são seus reais concorrentes? Quais são suas fraquezas?
  • Porque você quer ter uma presença online?

Já para a estratégia de marketing, assegure que você leva em conta os seguintes pontos:

  • Tenha uma ferramenta de análise do trafego (ex: Google Analytics)
  • Entenda a diferença entre SEO e PPC (nosso blog está repleto de informações sobre)
  • Entenda a importância de cada plataforma de mídia social
  • Analise plataformas de afiliados e marketplaces e se eles se enquadram ao seu projeto

Isso ajudará a gerar tráfego e converte-los em negócio.

Estabelecer um simples plano de negócio e uma estratégia de marketing pode ser trabalhoso e assustar no começo, porém, eles servirão de guia para o projeto.

Por se tratar de um ambiente cada vez mais competitivo, já existem diversas estratégias de marketing digital que contribuem com os objetivos de cada modelo de projeto. Dessa forma, revise constantemente sua estratégia e determine o que funciona e o que não funciona. Áreas como SEO e PPC podem exigir ajuda de terceiros.

Baixar E-book: Inbound Marketing, uma introdução

Veja como o Inbound pode ajudar a sua empresa a converter mais!

Introdução ao Inbound Marketing

2. Subestimar o trabalho envolvido

Muitas pessoas acham que desenvolver um site é sinônimo de ganhar dinheiro, isso é um grande engano. Desenvolver um site envolve mais trabalho do que simplesmente gastar, pedir e receber o que deseja. É um processo que exige muita atenção e funciona na tentativa e erro, como com quais técnicas temos resultado ou não na tentativa de direcionar trafego para o site. Ou quais mídias meu público alvo tende a converter.

Mesmo quando contrata-se uma agência ou um prestador de serviço, você ainda precisará dedicar tempo e atenção ao seu negócio no ambiente online. Não é porque está online que ele se distingue de um negócio tradicional. Em suma, esteja preparado para dispor muito tempo e algum orçamento.

3. Erro na hora de escolhe a plataforma e a hospedagem do site

Sinceramente, é claro que existem hospedagens para todos os bolsos, algumas até gratuitas, então porque gastar dinheiro com servidor? Especialmente pela facilidade de contratação e hospedagem nesses servidores básicos?

Existem diversos problemas em torno de hospedagens grátis ou com preço reduzido. Na grande maioria deles você será apenas mais um site em um ambiente compartilhado com diversos outros sites. Ou seja, toda necessidade que seu site demandar para o servidor entrará em uma fila de demandas, que muitas vezes serão a causa da perda de diversos negócios que poderiam ser gerados no site.

Quanto à plataforma, procure a reputação delas, procure conhecer quais são mais usadas e possuem boa reputação, isso significa que elas foram testadas e são atualizadas com frequência. Seguem alguns exemplos:

  • Para sites institucionais ou até mesmo portais de notícia, o WordPress se apresenta como uma ótima solução de CMS, sendo uma das plataformas mais utilizadas no mundo.
  • Uma plataforma muito utilizada e com alta capacidade de personalização para comercio eletrônico é o Woocommerce.
  • Se seu projeto de loja virtual é enxuto, não se importa com grandes personalizações e busca algo mais prático, plataformas como Shopfy e NuvemShop podem ser consideradas.

4. Falta de sinergia entre design e a mensagem que deseja transparecer

É claro que um design visualmente atraente é importante, você não quer que as pessoas entrem em seu site e tenham uma má sensação, mas isso não é tudo. Além de ser um site agradável de visualizar, ele deve transmitir a mensagem que você deseja apresentar, com objetivo comercial.

Muitos sites parecem ótimos, mas, ao navegar as pessoas acabam perdendo o foco no que buscavam e acabam esquecendo o que estavam fazendo ali. É importante que o design de seu site não crie uma distração e faça com que as pessoas percam o foco no que estavam procurando. Portanto, lembre-se que a intenção do site é comercial, ele foi planejado para gerar negócio, não para ganhar prêmios de design.

Concluindo

Embora existam diversos outros erros ao desenvolver e configurar um site, esses 4 erros podem ser facilmente observados e são de fácil controle. Portanto, antes de iniciar o projeto do seu site, leve-os em consideração, as chances de você se arrepender de algumas decisões vão diminuir drasticamente.


Você também pode gostar de ler:

inbound marketing

Gerando negócios com o Inbound Marketing. Saiba Como!

Inbound Marketing para Empresas B2B

5 estrategias de Inbound Marketing que empresas B2B deveriam usar

Como aproveitar o momento atual e transformá-lo em oportunidades

Como aproveitar o momento atual e transformá-lo em oportunidades