Estrutura de URL e SEO: Como Aplicar no Seu Site do Jeito Certo


Estrutura de URL e SEO

Existem diversos pontos relevantes na otimização de um site, mas pequenos ajustes podem impactar mais do que você imagina

SEO técnico é um ponto importante da otimização para mecanismos de busca. Mas, em muitos casos, pequenos ajustes podem impactar diretamente no aumento do ranking dos sites, apenas otimizando alguns itens simples on-page.

Portanto, neste artigo, explico a importância da estrutura de URL e o que o Google considera como “limpo”.

Links Permanentes

Se você usa o WordPress, já viu esta opção disponível. Esta é uma particularidade muito importante de estrutura de URL oferecida pelo WordPress. É uma das funcionalidades que torna a plataforma WordPress um dos CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) mais fáceis e adoradas pelos mecanismos de pesquisa.

Configurar seus links permanentes para apenas “%POSTNAME%” permite definir o nome da postagem, da página ou mesmo do título do produto. Isso torna a leitura bonita e fácil, tanto para humanos quanto para mecanismos de busca.

Bonito é a chave

Ao otimizar sua estrutura de URL, deixar Bonito é a chave. Portanto, você precisa facilitar a compreensão. Um ótimo exemplo é o uso da metodologia Categorias e Subcategorias. Você organiza as páginas principais como categorias e as páginas secundárias como subcategorias. Dessa forma, se você tem uma pizzaria, convém organizar seu cardápio por tipo de pizza.

O tipo de pizza pode ser dividido entre doce ou salgado, e você também pode listar os nomes das pizzas de cada tipo. Portanto, suas páginas deverão conter termos como pizza de calabresa, pizza de queijo, pizza de chocolate, etc. (deu até fome agora). A ideia é garantir que você crie uma hierarquia que faça sentido. Com produtos, você pode seguir a mesma estrutura. Você tem marcas, modelos e outros atributos que podem ser considerados como subcategorias.

Palavra-chave no seu URL

Uma outra prática recomendada para seu serviço principal, bem como para outras páginas de conteúdo, é ter sua palavra-chave em seu URL. Essa ainda é uma boa prática e pode ajudar você a segmentar palavras-chave importantes para o seu negócio.

Dessa forma, o ideal é ter uma página relevante relacionada à cada palavra-chave. Desde de que as estratégias estejam alinhadas, isso pode representar uma grande oportunidade de ranqueamento.

Contudo, não encha o URL de palavras-chave, deixe-o natural. A adição de 3 a 4 palavras-chave em um URL é Spam. Certifique-se de adicionar uma palavra-chave que seja a mais importante para o assunto da sua página.

A hora é agora

Se você planeja refazer seu site ou se você tem um novo negócio, pode começar a implementar essa prática durante o desenvolvimento do website. Se você já tem um site, também pode implementar esta estratégia com um bom planejamento de SEO.

A questão é entender que você está otimizando suas páginas. Você poderá notar uma pequena queda nas classificações, mas será temporário. E não se esqueça de fazer o redirect 301, caso suas páginas já estejam indexadas. Isso vai ajudar a não perder tráfego durante esta otimização das URLs do seu site e evitar que os usuários caiam em páginas de Erro 404.


Você também pode gostar de ler:

Qual é a diferença de Inbound e Outbound Marketing? 3 dicas simples

Entenda o que é mídia programática e como utilizar esta estratégia

erros comuns

5 ferramentas de Marketing Digital que todo gestor deve conhecer