Oito erros de SEO simples que estão matando seu Marketing de Conteúdo


Erros de SEO

Se você se preocupa em fazer um conteúdo de qualidade, conheça os erros de SEO mais comuns que podem estar prejudicando seu ranqueamento orgânico.

O primeiro passo para que um site fique bem posicionado organicamente é ter uma boa estratégia de Marketing de Conteúdo. Mas não se trata de qualquer tipo de conteúdo. É preciso ser relevante para o usuário, responder a todos os seus questionamentos e fornecer a maior quantidade de informações possíveis sobre determinado produto/serviço.

Para isso, é fundamental que os produtores de conteúdo se utilizem de técnicas de SEO para otimizar seus artigos e materiais ricos. Não somente para que os usuários achem com maior facilidade, mas também para que os mecanismos de buscas também possam ranqueá-los mais rapidamente.

Entretanto, existem alguns erros de SEO básicos que muitos produtores de conteúdo ainda cometem. E eles podem estar prejudicando diretamente a indexação orgânica, afetando assim, toda sua estratégia de marketing de conteúdo.

Pensando nisso, Ronald Dod escreveu um artigo com os 8 erros de SEO mais comuns, que podem interferir diretamente no bom posicionamento orgânico dos conteúdos. Confira abaixo a tradução livre que fizemos sobre este tema super interessante.

Oito erros de SEO simples que estão matando seu Marketing de Conteúdo

Os mecanismos de busca ajudam você a obter novos leitores, espectadores e ouvintes para o seu conteúdo. Mas muitas vezes você mesmo é a razão pela qual os mecanismos de busca mantém seus conteúdos longe das primeiras posições em suas páginas de resultados de pesquisa.

Os motores de busca querem mostrar ao mundo o seu conteúdo, mas não se você comete erros que prejudicam a experiência do usuário e as diretrizes desses motores de busca.

Então, dê aos motores de busca o que eles querem, evitando os seguintes erros que os criadores de conteúdo em geral cometem.

1. Conteúdo Curto

O Google gosta de conteúdo longo, porque oferece aos pesquisadores informações suficientes para satisfazer suas necessidades. Geralmente, quanto mais detalhado o conteúdo for, mais provável que resolva a dúvida do pesquisador, e é isso que o Google quer.

Um estudo do SerpIQ descobriu que o conteúdo mostrado nos resultados de pesquisa do Google nas posições 1-3 tinha em média 2.400 palavras. Em suma, os conteúdos longos são melhores posicionados no Google.

Média de tamanho de conteúdo

Isso significa que você deveria estar escrevendo o máximo possível? Não, mas você precisa se certificar de que seu conteúdo é abrangente o suficiente para responder às perguntas dos pesquisadores.

Uma boa abordagem para cada parte do conteúdo que pretende produzir é determinar a frase-chave principal. Então, busque no Google e veja qual o tamanho do texto dos 3 melhores resultados de pesquisa para o termo. Certifique-se de que seu conteúdo seja mais longo, mais profundo, mais conciso e mais bem pensado que os demais. Se você fizer isso, os leitores e o Google irão aproveitar melhor o seu conteúdo.

2. Sem Imagem ou Elementos de Design

Ninguém gosta de sites obsoletos que parecem ter sido lançados em 1999; novos sites, de aparência moderna, simplesmente funcionam melhor. O conteúdo é o mesmo: mas se você tem páginas de texto sem imagens ou elementos de design, os leitores – e, portanto, o Google – não irão favorecer seu conteúdo sobre seus concorrentes.

Os elementos de design que dividem o texto mantêm os leitores na página por mais tempo. Quanto mais tempo eles estiverem na página, é mais provável que o Google aumente a classificação do conteúdo devido ao tempo de permanência.

Basicamente, o pressuposto é que quanto mais tempo eles estiverem na página, mais provável que ela atenda as suas necessidades, o que significa uma chance melhor de serem compartilhadas nas mídias sociais, relacionadas ou visitadas de novo.

3. Erros Ortográficos / Erros de Conteúdo

Os erros ortográficos e outros erros de conteúdo não são, tecnicamente, fatores de SEO, mas prejudicam sua credibilidade e chances de ser compartilhado. Aquisição de links externos é uma das melhores maneiras de deixar seu conteúdo no topo dos resultados de busca. Se você quiser saber mais, o Matt Cutts do Google  discute o problema aqui.

4. Não há Quebras de Conteúdo

O tempo médio da atenção do leitor é muito curto – menor do que o de um peixinho dourado, aparentemente. Daí a importância de recapitular a atenção do leitor continuamente ao longo de um artigo.

Para fazer isso, separe o texto. O uso de subtítulos, listas e imagens para dividir o conteúdo manterá os leitores lendo e na página, o que, novamente, ajudará a fazer com que o conteúdo seja notado pelos motores de busca.

5. Usando Longos Parágrafos de Texto

Usar parágrafos longos é uma boa maneira de fazer com que seus leitores saiam rapidamente da página. Quanto mais curtos seus parágrafos, melhor você pode obter e manter a atenção dos leitores.

Pauline, do Twelveskip.com escreveu um bom artigo sobre os benefícios de parágrafos mais curtos:

Benefícios de Parágrafos curtos

6. Sem Links Externos

Os leitores querem conteúdos com credibilidade. Se o seu conteúdo é apenas você “falando”, e não faz uma conexão com outros conteúdos externos (citar fontes, por exemplo), o que faria com que os leitores dessem credibilidade a ele?

O Google também reconhece isso. Alguns experimentos de SEO apontam que as páginas com links externos geralmente aparecem melhor no processo de busca. Isso é porque o conteúdo que tem links externos costuma ser melhor e mais embasado? Com certeza!

O Reboot Online fez uma experiência para ver se os links externos melhoram a classificação nos resultados de pesquisa orgânica e descobriram que eles causam um impacto. O experimento não pôde determinar quão grande foi o impacto, mas houve.

7. Sem Promoção

Só porque você cria um conteúdo e o torna melhor do que todos os outros, não significa que ele será instantaneamente o número 1. Há um motivo pelo qual o SEO leva um tempo para aparecer. Você tem que esperar que as pessoas venham ao seu conteúdo e lhe dê sinais positivos de classificação em SEO, como links e compartilhamentos sociais.

Promoção de conteúdo

Esses fatores de classificação podem levar horas, dias, meses ou mesmo anos para fazerem a diferença. No entanto, se você promover o seu conteúdo, você pode deixá-lo à vista com maior velocidade… e assim, obter os sinais de classificação um pouco mais rápido.

Ter uma estratégia de promoção sólida é fundamental. (Confira este artigo sobre como promover o conteúdo através das mídias sociais).

8. Sem Meta Optimização e CTAs

Outro erro é usar as opções padrão para as meta-informações e títulos do seu conteúdo. Este pode ser o último dos erros de SEO que listei, mas é importante: você pode, e deve, otimizar o título e a descrição do conteúdo. Caso contrário, o Google aplicará seu cabeçalho e as duas primeiras frases por padrão.

Em vez disso, escreva meta títulos únicos e descrições para cada um de seus conteúdos. No WordPress, por exemplo, é fácil de fazer usando o plugin Yoast SEO – ou outros.

Você também pode fisgar a atenção das pessoas com chamadas para ação (CTAs) na meta-informação. Se você conseguir chamar a atenção dos pesquisadores quando virem seu conteúdo nos resultados de pesquisa, eles estarão mais propensos a clicar nele. E a taxa de cliques (CTR) é um dos maiores fatores de classificação, de acordo com o estudo do fator de classificação 2015 da Searchmetrics.

Impacto da CTR no ranqueamento de busca

Conclusão

Se você se atentar a esses oito erros comuns e se certificar de evitá-los, você terá muito mais sucesso com o tráfego de pesquisa orgânica para o seu conteúdo. E não por coincidência, você também estará criando um conteúdo sólido, que ajudará a trazer tráfego adicional devido ao boca-a-boca positivo e vários outros canais.

Esta é uma tradução livre, de interpretação pessoal da autora deste post. Para ler o texto original, acesse: Eight Simple SEO Mistakes Killing Your Content Marketing.


Você também pode gostar de ler:

Estratégias de SEO

5 estratégias de SEO que ajudam aumentar a taxa de conversão

Como a internet vem transformando o Marketing de Conteúdo

Disparo de Email Marketing

Qual o melhor horário para disparo de email marketing?