Canibalização de palavras-chave: O que é e como evitar


Canibalização de Palavras Chave

A canibalização de palavras chave ocorre quando uma mesma palavra é ranqueada em duas páginas do seu blog, e pode ser prejudicial para o seu site.

Para além da repetição de palavras chave em um mesmo site, a canibalização, como sugere o nome, é quando uma palavra “come” a outra.

Ou seja, o que ocorre é que uma das páginas com a palavra é priorizada, enquanto a outra é penalizada pelo site de buscas. Em alguns casos ainda, as duas páginas com a mesma palavra podem ser penalizadas.

Por que a canibalização ocorre?

A canibalização de palavras-chave ocorre devido aos critérios do Google para ranqueamento. Os crawlers (os “robôs” do site de buscas) ordenam as páginas de acordo com a sua relevância para o usuário.

Dessa forma, quando duas páginas de um mesmo site têm a mesma palavra chave como foco, o Google deve priorizar apenas uma delas, para evitar que o usuário encontre conteúdo duplicado em sua busca.

O que fazer para evitar a canibalização?

Para evitar que a canibalização ocorra, você deve planejar o conteúdo das páginas do seu site. Esse planejamento implica alguns cuidados e recomendações.

Considerando que um mesmo tema pode ter diferentes abordagens, você pode utilizar o que é chamado de “cauda longa”.

A cauda longa, em SEO, consiste na utilização de um termo mais específico como palavra-chave, no lugar de um termo abrangente. Assim, você pode utilizar, por exemplo, a palavra chave “marketing digital para iniciantes” em uma página e “o que é marketing digital” em outra.

Outra sugestão é, ainda, combinar conteúdos. Ou seja, criar um único conteúdo que abranja o mesmo tema. Dessa forma, você cria mais força e relevância para uma única palavra, ao invés de repeti-la em duas páginas.

No entanto, a escolha por uma combinação de conteúdos ou pela utilização da cauda longa deve ser feita de acordo com a forma como o usuário busca pelo assunto. Isso porque os crawlers do Google ordenam as páginas de acordo com a relevância para o usuário.

Como saber se meu site tem canibalização de palavras-chave?

É possível descobrir se o seu site tem canibalização de palavras-chave.

A forma mais simples de fazer isso é digitando na barra de pesquisas do Google “site:” e o seu domínio, seguido por um espaço e a palavra chave que você deseja analisar.

Fazendo isso, você poderá verificar a(s) página(s) na(s) qual(is) essa palavra-chave é relevante. Havendo mais de um resultado, pode ser necessário mudar a estratégia de uma de suas páginas.

E se já houver canibalização de palavras chave no meu site?

Você descobriu que seu site já possui canibalização de palavras-chave? Calma, nem tudo está perdido! Você ainda pode tomar algumas medidas para reverter isso.

Uma das opções que você tem é substituir a palavra-chave utilizada de um dos conteúdos por uma palavra semelhante. Assim, as páginas deixarão de concorrer entre si e as chances de o Google penalizar uma delas serão muito menores.

Outra alternativa ainda é que você mescle os dois conteúdos, colocando tudo apenas em uma das duas páginas. Assim, seu texto fica mais rico e seu site ganha ainda mais autoridade. Nesse caso, no entanto, é necessário fazer o redirect 301. Ele consiste no redirecionamento de uma página que não existe mais para uma outra. Dessa forma, caso um usuário entre na página antiga, ele será automaticamente direcionado para aquela com o conteúdo completo.

A canibalização de palavras-chave pode ser boa ou neutra?

Apesar de a canibalização de palavras-chave não ser muito recomendada, há algumas exceções em que ela pode ser boa ou neutra.

Uma delas é quando sua empresa possui dois domínios diferentes. Se as páginas com a mesma palavra não estiverem no mesmo domínio, elas não competirão entre si pela melhor posição.

Outro caso em que a canibalização de palavras-chave não é um problema é quando a palavra chave é a mesma, mas as intenções de busca do usuário são diferentes.

Por exemplo, caso a palavra “marketing digital” direcione para duas páginas, mas uma delas apareça quando o usuário buscar por “como fazer marketing digital”‘, e outra aparecer quando ele procurar por “marketing digital avançado”, então essa canibalização não será negativa.

E aí, gostou? Então assine nossa newsletter e confira outros conteúdos semelhantes! 😉