Newsletter

Cadastre-se para receber dicas de Marketing Digital

Chatbot: saiba por que este pode ser o FUNCIONÁRIO DOS SONHOS!


chatbot

Já pensou ter um assistente de atendimento que trabalha 24 horas, 7 dias por semana para seu negócio?

Mesmo sem saber ao certo o que é, é muito provável que você já tenha “conversado” com um chatbot. O termo, que se popularizou nos dias atuais, vêm das palavras em inglês chatter – que significa “falador” – e bot – a abreviação da palavra robô em inglês (robot).

Os chatbots são capazes de conduzir e estimular conversas via texto ou voz. Seja por meio de perguntas e respostas pré-programadas ou com recursos mais avançados como Inteligência Artificial e Machine Learning. Isso permite que eles analisem, compreendam e atendam de forma natural a solicitação do usuário.

Para ficar mais fácil de entender, pense no famoso “Ok, Google” (Android), ou na Siri (Apple). Estes são dois exemplos de assistentes virtuais alimentados por regras, palavras-chave e fluxos de navegação que geram respostas automáticas para perguntas repetitivas como “qual a temperatura hoje?” ou “ligue para minha mãe”.

As versões mais modernas de chatbots contam com capacidades sensoriais e emocionais que fazem com que eles “evoluam” conforme interagem com seres humanos. Ou seja, a interação homem > máquina que parecia fantasia no premiado filme HER já pode ser observada em chats entre empresas e clientes via site, Facebook, Whatsapp e Telegram.

Baixar E-book: Inbound Marketing, uma introdução

Veja como o Inbound pode ajudar a sua empresa a converter mais!

Introdução ao Inbound Marketing

Chatbot: O “funcionário” que trabalha 24h por dia, 7 dias por semana

Agora que você compreendeu o conceito de chatbot, vamos às aplicações práticas em seu negócio.

Esta tecnologia permite automatizar atividades rotineiras realizadas por meio da comunicação, ou seja, você pode sanar dúvidas de seus clientes em segundos, também pode realizar pesquisas de opinião e até mesmo realizar vendas.

Grandes empresas já estão otimizando seus processos burocráticos para ter mais tempo de inovar e oferecer novos produtos e serviços. Os usos são os mais diversos possíveis: Geração de Leads, E-commerce, Marketing e Vendas, Pesquisas, Atendimento ao Cliente, Agendamento e Reservas, Qualificação de Bases de Dados e CRM, Ensino e Aprendizado, Entretenimento.

O Ifood, por exemplo, tem nos mostrado que um chatbot pode fazer muito mais do que simplesmente receber pedido de clientes.

Chatbot Ifood

E pasme: o Duolingo também é considerado um chatbot. Mas, seu foco é no ensino baseado no nível de aprendizado do usuário.

Chatbot Duoligo

E aí, deu vontade de adotar um chatbot para chamar de seu? Caso você queira que a gente traga mais informações sobre estes assistentes virtuais e dicas de como criar seu próprio chatbot, deixe seu comentário aqui!


Você também pode gostar de ler:

Conversão de Leads

Conversão de Leads: 4 Dicas para Aumentá-las Imediatamente

Google Ads

Como ferramentas de publicidade como Google Ads podem alavancar seu site

Marketing Digital para Clínicas

Como fazer Marketing Digital para Clínicas e atrair novos clientes?